O Olympiakos está interessado em contratar Marega, mas o FC Porto pediu um valor que o clube grego não consegue pagar. De acordo com a imprensa grega, o emblema helénico queria um avançado móvel para a sua frente de ataque, mas esbarrou nos mais de sete milhões de euros que o FC Porto pediu pelo internacional maliano.

Com efeito, o jornal Gavros diz ainda que a equipa grega não pretende gastar mais do que três milhões de euros, um valor que não agrada aos responsáveis azuis e brancos que vão manter o jogador no plantel para a próxima pré-época.

Moussa Marega vai integrar os trabalhos de Sérgio Conceição e pode mesmo manter um lugar nas escolhas do novo técnico. Para tal, é preciso mostrar serviço para que o treinador queira manter o maliano no plantel. Para já, o FC Porto conta apenas com Soares e Rui Pedro para a frente de ataque.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.