O FC Porto recebe no próximo sábado o Benfica em mais um 'clássico' do futebol português. A rivalidade entre os dois clubes tem sido marcada pela disputa da hegemonia do futebol português mas também pela saída de jogadores que trocaram a Luz pelas Antas, e mais recentemente o 'Dragão'.

E o último caso de um jogador a sair da Luz diretamente para o Dragão foi o de Maxi Pereira, que em julho de 2015 foi apresentado como reforço de Lopetegui. O lateral uruguaio ao serviço do FC Porto foi o 14.º jogador a trocar os "encarnados" pelos "dragões", numa lista onde se incluem Maniche, Rui Águas, Kulkov, Yuran, entre outros. No jogo de sábado, Maxi Pereira será o único jogador em campo que representou a equipa principal dos dois emblemas.

Mas para encontrar os primeiros jogadores a fazer o percurso de 300 quilómetros, entre Lisboa e a cidade Invicta, foram José Bastos e Artur Augusto, na longínqua temporada de 1921/22 do século passado.

E só passados 50 anos é que um jogador voltaria a repetir o feito de trocar o Benfica pelo FC Porto. Foi na época de 1970/71 quando Abel Miglietti trocou "águias" por "dragões". Em 1988/89, Rui Águas e Dito foram convencidos por Pinto da Costa a fazerem o mesmo percurso. E já na década noventa Yuran e Kulkov fizeram o mesmo percurso na temporada 1994/95. No século XXI, Maniche trocou o Benfica pelo FC Porto na temporada de 2002/2003 seguindo-se o caso de Cristian Rodriguez na época 2008/2009.

*Artigo publicado originalmente a 15 de julho de 2015

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.