Cristiano, aos 26 e 68 minutos, e William, aos 72, apontaram os três tentos da formação comandada por Ulisses Morais, que, à terceira (1-3 com o Marítimo, no Funchal, e 0-1 com a União de Leiria), somou o seu primeiro triunfo ao comando da formação nortenha.

O Paços de Ferreira, que já havia ganho em Setúbal (1-0, ainda com Paulo Sérgio ao leme), passou a somar 10 pontos, os mesmos da Naval (11.ª), curiosamente a equipa em que Ulisses Morais começou a época, antes de ser despedido.

Enquanto o conjunto da “Capital do Móvel” regressou aos bons resultados, o Belenenses, que já tinha perdido em casa com o Benfica (0-4) e o Nacional (0-1), foi incapaz de dar sequência ao empate no Dragão, frente ao FC Porto (1-1).

Com este resultado, o Belenenses, que partiu para ronda 10 na 10.ª posição, pode cair para a zona de despromoção, até porque só conta mais dois pontos do que a “lanterna vermelha” Académica.

A 10.ª ronda prossegue sábado, dia em que o líder Sporting de Braga tem uma complicada deslocação ao reduto do vizinho Vitória de Guimarães, e apenas termina segunda-feira, com a recepção do Benfica, segundo colocado, à Naval 1.º de Maio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.