Declarações de Pako Ayestarán, treinador do Tondela, à Sport TV, após a derrota (2-3) diante do Paços de Ferreira, no Estádio João Cardoso, da 34.ª e última jornada da I Liga.

"Esperava vencer o Belenenses, esperava vencer o Farense e esperava vencer este, logicamente, mas não pode ser. Neste jogo tivemos possibilidade de ter conseguido os três pontos. Falei com os jogadores, dei-lhes os parabéns pelo que fizeram, mas logicamente os erros pagam-se tanto na baliza contrária como na própria baliza e creio que a diferença é que não fomos eficazes, porque tivemos muitas ocasiões na primeira parte e dois erros que não conseguimos controlar e a partir dai fomos para intervalo com um resultado que não era justo. No final eles fizeram os golos e parabéns para eles."

"A manutenção estava assegurada há vários jogos, mas tínhamos outro objetivo, que era estar mais perto das vitórias, no balanço das vitórias e das derrotas do Tondela e não aconteceu. Foi uma temporada similar à anterior. Estamos dentro da regularidade do Tondela nos últimos anos. Assegurámos mais cedo a manutenção, mas queríamos mais e não foi possível, afinal, a temporada estava a ser muito boa e acaba a ser uma temporada boa.

[O que retira desta época] "A evolução da equipa. Acreditaram no que estávamos a fazer e acreditaram que uma equipa são mais do que 11 ou 16 jogadores e todos foram importantes em muitos momentos e foram capazes de acreditar e apanhar essa mensagem e isso para mim foi o mais importante."

[Continuidade no Tondela] "Ainda nada está definido. Tenho contrato até 30 de junho e vamos conversar."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.