O guarda-redes português do Benfica, Paulo Lopes, mostrou-se satisfeito com o trabalho desenvolvido na pré-temporada dos 'encarnados' e desvalorizou as duas derrotas contra PSG e Fiorentina, frisando que o mais importante é a preparação da equipa para a conquista de títulos.

Em entrevista à BTV, o experiente guarda-redes português revelou quais são os objetivos da equipa para o trabalho desenvolvido na pré-época, e a importância de perceber e assimilar as ideias do novo treinador.

"Está a ser um bom início de pré-época dada a forma como estamos a trabalhar, face aos objetivos que estamos a conseguir realizar, assente num projeto traçado no começo da nova época. É com esse intuito que aqui estamos e vamos continuar", começou por dizer Paulo Lopes sobre os trabalhos de pré-época.

"Foram dois bons jogos onde defrontámos duas equipas muito fortes e, ao jogarmos com equipas fortes, também nos tornamos mais fortes e é esse o objetivo. Obviamente que gostamos de vencer mas neste momento o mais importante é sermos cada vez mais equipa", disse sobre os jogos com PSG e Fiorentina.

"Estamos atentos ao que nos é transmitido, queremos aprender mais, queremos ganhar mais e é com esse intuito que trabalhamos todos os dias", acrescentou sobre o trabalho com Rui Vitória.

"Todas as épocas me sinto bem e sinto-me preparado para ajudar e esse é o intuito de todos os atletas que servem o Benfica, ajudar e é isso que eu tento fazer. Depois, existem as opções e temos de respeitar, mas acima de tudo o mais importante é estar preparado para ajudar a que o Benfica fique cada vez mais forte", afirmou sobre a sua experiência no Benfica.

"O meu papel é o mesmo que todos os outros, pois todos juntos temos de estar imbuídos no mesmo projeto. No Benfica é mesmo assim, ganhar, sempre foi assim e sempre será. E eu sou mais um que quer ganhar e estou sempre disponível, como os meus colegas, para ajudar".

Questionado sobre a concorrência no plantel do Benfica para a baliza, Paulo Lopes teceu rasgados elogios a Ederson e Júlio César.

"Tento trabalhar e ajudá-lo o que sei e posso. Que evolua e que seja um dos futuros do Benfica", considerou sobre Ederson.

"Júlio César é um jogador com provas dadas, com história, continua a ser um exemplo para todos, trabalha muito e quer ser sempre melhor".

Sobre 2015/16, o experiente guarda-redes, garantiu que a equipa vai continuar a lutar por título.

"O Benfica é sempre forte, sempre foi e sempre será. Estamos a assimilar as ideias do novo treinador para podermos ser cada vez mais fortes e continuar a ganhar porque esse é o principal objetivo", sentenciou Paulo Lopes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.