O líder invicto Sporting somou hoje o sexto triunfo consecutivo da I Liga portuguesa de futebol, o seu melhor registo da época, ao vencer em casa o Portimonense por 2-0, em encontro a 20.ª jornada.

"Acho o resultado extremamente penalizador para o que conseguimos fazer. O resultado penaliza tremendamente o Portimonense. O Sporting ainda não tinha rematado antes do golo. Tínhamos a lição bem estudada, retirámos a profundidade ao Sporting. A lição estava bem interpretada. Além disso, tivemos chegadas com perigo à área do Sporting, mas depois demos dois presentes que dificultaram a nossa tarefa. Na segunda parte o Sporting teve um ou outro ataque prometedor. Já na primeira parte tínhamos tido uma excelente ocasião pelo Beto. O 2-1 não saiu, o Sporting ficou confortável e foi gerindo o tempo com experiência. Queimou muito tempo de jogo e retirou-nos o ímpeto. Os jogadores fizeram um grande trabalho, foi pena esses dois lances", disse o treinador do Portimonense à Sport TV.

O defesa central marroquino Feddal, aos 27 minutos, e o extremo Nuno Santos, aos 31, marcaram os tentos dos ‘leões’, que na próxima ronda viajam ao Dragão.

"Acreditei sempre até ao final que era possível marcar. Incentivei os jogadores na procura do golo que nos poderia colocar no jogo. Os jogadores fizeram uma partida tremenda com condições climatéricas difíceis. Fomos muito fortes na pressão, obrigámos o Sporting a bater na frente. Corremos riscos, mas compensámos esses riscos com trabalho. O golo não saiu e não conseguimos reentrar na partida. Foram dois erros, duas palermices da nossa parte", disse Paulo Sérgio.

As melhores imagens da partida

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.