“Espero que a minha decisão tenha já amanhã reflexos positivos. Fi-lo em consciência, não estou ligado a nada e digo que foi um prazer e um privilégio trabalhar neste projecto, trabalhar com quem trabalhei porque cresci e evolui”, disse Pedro Barbosa.

O ex-director desportivo leonino caracterizou os “10 anos como jogador e 3 anos e 4 meses neste cargo como importantíssimos” e assumiu, que apesar de ter sido em consciência, “não foi uma decisão fácil”.
“Era a minha obrigação tomar esta atitude. Era o melhor para o Sporting e principalmente para o meu presidente”sublinhou.

José Eduardo Bettencourt também esteve am Alvalade, ao lado de Pedro Barbosa, e entre outros assuntos, fez questão de esclarecer o incidente de ontem com um adepto. Bettencourt tentou justificar o ambiente naquele momento, em que quase se envolveu com um adepto, apelidando a pessoa em causa de “cretino” e garantindo que ele “não está sozinho na cretinice”. O presidente leonino assumiu que tudo fará para afastar “este tipo de cretinice do Sporting”.

Os leões realizaram hoje o último treino antes do encontro de amanhã com o Rio Ave, à porta e portões fechados em Alvalade e já comandados por Leonel Pontes, onde se dirigiram Pedro Barbosa e José Eduardo Bettencourt.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.