Pepa, treinador do Paços de Ferreira, considerou que o jogo teve muita qualidade e que a entrada de Diaby foi imporante para desequilibrar o jogo a favor dos pacenses.

O jogo: "Temos de manter esta personalidade, acima de tudo ter paciência.  Na primeira parte houve muita qualidade de jogo, com mérito, do golo do Esgaio no primeiro remate.  Tivemos muito critério na fase de construção, tivemos paciência, faltou sermos mais agressivos na procura do golo. Na segunda parte entrámos com tudo, com mais situações de abrir o campo, de onde surgiu o próprio penalti. Foi importante a entrada do Diaby. O Belenenses equilibrou, mas nós não queríamos equilíbrio, então entrou o Diaby"

Vantagem  de sete pontos tranquiliza: "Eu sempre disse isto, a nossa vida é olhar para a manutenção, não vou dizer que não olho para trás. Mas no balneário temos de olhar para cima, estamos próximos de equipas que se calhar não pensavam que o Paços as alcançava. E temos de passar tranquilidade para os jogadores. Não queria que a equipa entrasse em desespero após o primeiro golo. Quem entrou entrou muito bem e ajudou a equipa"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.