Além do penálti marcado ao Nacional, Pizzi acrescentou mais três assistências à sua conta pessoal, com os golos oferecidos a João Félix, Ferro e Rafa (o tento de Rúben Dias também teve o seu 'dedo', apesar de o central ter aproveitado um mau corte da defesa do Nacional), números que colocam o médio do Benfica no topo do 'ranking' de assistências na Europa.

Pizzi soma agora 12 assistências em 21 jogos, tendo igualado Lionel Messi, que não logrou fazer qualquer passe para golo frente ao Athletic Bilbao. Hans Vanaken, do Club Brugge, também já leva 12 assistências, ainda que com mais quatro jogos disputados que o português e o argentino.

Para trás neste 'ranking' ficaram Raheem Sterling, do Manchester City, Jadon Sancho, do Dortmund, e Edin Visca, do Basaksehir, todos com 11 passes para golos.

Com um total de 10 golos na presente temporada, o camisola 21 das 'águias' está a três disparos certeiros de ultrapassar o seu melhor registo neste capítulo, alcançado em 2016/17, época em que festejou por 13 ocasiões com a camisola do Benfica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.