Por 37,5 por cento do passe de João Moutinho, vendidos à empresa Mamers B.V., os dragões receberam 4,125 milhões de euros; por 35 por cento do passe do colombiano James Rodriguez, cedidos à empresa Gol Football Luxembourg, 2,55 milhões de euros; e por 25 por cento do passe do brasileiro Walter, comprados pela empresa Pearl Design Holding Ltd, 2,125 milhões e euros, totalizando 8,8 milhões de euros.

Estas “associações económicas”, como refere o comunicado do FC Porto enviado à CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários), permitem o financiamento da SAD portista, que investiu mais de 20 milhões de euros no mercado de transferências no último verão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.