A prestação da equipa de futebol aquém das expectativas e o facto de não ter participado na Liga dos Campeões afectou consideravelmente os resultados económicos na primeira metade da época, considera a administração da SAD.

E a ausência da Champions fez baixar consideravelmente as receitas da SAD do Sporting, que neste exercício obteve proveitos de 19,5 milhões, contra 29,8 do período homólogo do ano passado, quando realizou 10 milhões na Liga dos Campeões.

Apesar de não ter praticamente aumentado o passivo (142 milhões de euros), o Sporting viu baixar sete milhões o activo, que agora se cifra nos 119 milhões de euros.

Os primeiros seis meses da época agravaram a situação de falência técnica em que se encontra a SAD do Sporting há já algum tempo, com os capitais próprios a atingirem agora os 23,8 milhões de euros negativos.

A administração da SAD refere no comunicado que acordou com os bancos financiadores o novo prazo de 31 de Março para fechar a reestruturação financeira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.