Em Rio Maior, Godinho Lopes revelou que a proposta de alteração de estatutos será aprovada em Conselho Directivo “no dia 9” e “depois submetida à mesa da AG”, à qual foi pedido que o processo estivesse concluído até 15 de Julho.

Segundo Godinho Lopes, o Conselho Leonino discordou da proposta de distribuição de votos, no entanto, explicou que o Conselho Directivo entende que «os novos sócios devem aproximar-se mais rapidamente, para não criar um espectro eleitoral tão largo como o existente».

«Sobre todas as outras matérias estamos completamente de acordo», frisou o dirigente, aludindo às propostas de descentralização, da votação através de meios electrónicos ou por correspondência, assim como a criação de várias categorias de sócios e de uma assembleia referendária».

Godinho Lopes afirmou estar «absolutamente convencido que a AG vai ser pacífica, porque as alterações propostas resultam de uma maioria clara dos sportinguistas», mesmo necessitando de uma maioria de três quartos.

Após alguns minutos de espera pela chegada do presidente dos “leões”, o dirigente justificou o seu atraso às quatro dezenas de associados do Núcleo Sportinguista de Rio Maior com uma reunião com a federação chinesa de futebol, que se manifestou interessada em importar o modelo de Academia.

Além das instalações dos “verde e brancas” na cidade, Godinho Lopes visitou ainda o complexo desportivo e a Escola Superior de Desporto de Rio Maior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.