Segundo disse à agência Lusa o vice-presidente Paulo Pereira, «o clube não pode deixar em claro» a atitude do futebolista, protagonista de um ato de indisciplina quando foi substituído na primeira parte (29 minutos) do jogo com o Sporting, domingo, na 25ª jornada da Liga.

O jovem jogador (19 anos) não gostou e pontapeou com violência uma bola quando saiu do terreno de jogo, continuando com os protestos já no banco de suplentes, o que lhe valeu na hora uma reprimenda Paulo Pereira.

No final do jogo, que terminou empatado 1-1, o treinador vitoriano, Manuel Machado, revelou que decidiu, juntamente com o dirigente, impedir João Pedro de assistir à segunda parte no banco de suplentes e remeteu a questão para o gabinete jurídico.

João Pedro, que chegou a Guimarães em Janeiro, por empréstimo do Palermo, de Itália, pode agora apresentar a sua defesa no âmbito do processo disciplinar, mas está «expressamente proibido de frequentar as instalações do clube» até o processo estar concluído, revelou Paulo Pereira, que assumiu que a rescisão do contrato é uma possibilidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.