Rambé está em grande forma ao serviço do Farense, onde é o melhor marcador da II Liga e com isso pode ser "reforço" do Belenenses na reabertura do mercado.

Sobre o jogo este fim-de-semana frente ao FC Porto B, Rambé considera que foi «uma partida difícil». «O FC Porto é uma equipa forte, entraram bem nos primeiros 15 minutos, mas depois equilibramos o nosso jogo», afirma.

O jovem avançado cabo-verdiano cedido pelo Belenenses reconhece, contudo, que a sua boa forma física deve-se, sobretudo, ao trabalho de equipa. Confrontado com um possível regresso ao Belenenses na reabertura do mercado de inverno, Rambé prefere não responder e joga à defesa: «O meu sonho é jogar na primeira liga».

O avançado leva oito golos marcados na II Liga, ao contrário dos seus colegas no Belenenses, Tiago Caeiro, Diawara e Deyverson que ainda não marcaram qualquer golo na primeira liga.

Este dado pode inverter a situação do jogador no clube, uma vez que pode vir a ser uma alternativa à falta de golos por que passam os Azuis do Restelo.

O possível regresso de Rambé ao estádio do Restelo pode levar a que um dos outros avançados do clube seja emprestado em janeiro a um outro clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.