A Comissão de Trabalhadores da RTP/Porto exigiu hoje o apuramento de responsabilidades sobre as agressões a dois colegas após o jogo Porto/Benfica e acusa «agentes públicos» de «ajudarem a destruir imagem de credibilidade» da empresa.

A sub-comissão de trabalhadores da RTP/Porto informou que os dois colegas, trabalhadores da RTP/Porto, «foram barbaramente agredidos quando estavam em pleno desempenho das suas funções» e exige que sejam «apuradas todas as responsabilidades».

Num comunicado enviado à Lusa, a Sub-Comissão de Trabalhadores do Porto explica que os colegas Fernando Eurico e Manuel Augusto «preparavam-se para fazer reportagem no exterior do Estádio do Dragão, após o final do jogo Porto/Benfica e foram surpreendidos por cerca de duas dezenas de seres – não há qualificação para quem age desta forma ignóbil – que resolveram despejar toda a sua ira contra a Antena 1 e, consequentemente contra a RTP, pontapeando e socando violentamente duas pessoas que apenas estavam a trabalhar».

A Comissão de Trabalhadores da RTP/Porto afirma mesmo que a «responsabilidade por esta evidência» - dos episódios de agressões a profissionais da estação -, deve ser atribuída aos «diversos agentes públicos que, de forma irresponsável, têm vindo a assumir declarações e opiniões que muito ajudam a destruir a imagem de credibilidade e profissionalismo que sempre se destacou nesta empresa».

Dois funcionários da RDP/Antena 1, o repórter Fernando Eurico e o técnico de som Manuel Augusto, foram agredidos sábado à noite depois do final do jogo de futebol FC Porto-Benfica, e foram transportados às urgências do Hospital Santos Silva, em Vila Nova de Gaia, com «com ferimentos ligeiros».

A sub-Comissão de Trabalhadores da RTP/Porto solidarizou-se com os colegas «violentamente agredidos» e recorda que não foi a primeira vez que se registaram agressões contra os profissionais da RTP.

«Infelizmente este não é um caso isolado», lê-se na nota de imprensa, adiantando que há registo de um outrol episódio de intimidação a um colega, um facto que preocupa a Comissão de Trabalhadores pelas «condições de pressão externa a que estão continuamente submetidos os profissionais da RTP».

«De forma reiterada sublinhamos que estes episódios de violência refletem o desprestígio da RTP, granjeado ao longo dos últimos anos».

O FC Porto deu no sábado um passo importante para conquistar o tricampeonato, ao receber e vencer o Benfica por 2-1, em jogo da 29.ª jornada da I Liga de futebol. Os "dragões" assumiram a liderançada da prova com 75 pontos, mais um do que os "encarnados", quando falta apenas uma ronda para teminar o campeonato.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.