Rúben Amorim respondeu desta forma quando questionado sobre o tempo útil de jogo e sobre as muitas paragens na partida frente ao V. Setúbal.

"Não considero que tenha sido o pior jogo, foi um jogo diferente. As paragens? Cada um faz a sua opção. Sei que há a importância dos pontos, deve ser alguma coisa de nível 3 ou 4 que eu ainda não apanhei", atirou.

Reconhecendo que se tratou de um mau jogo da equipa do Sporting, o técnico acabou por lançar a partida frente ao Benfica.

"Arranjar espaços contra o Setúbal era complicado. Se o espaço não está, temos de cruzar e procurar a bola de cabeça. Temos de trabalhar isso durante a semana. Como em tudo. Tentámos, houve movimento, mas perdeu-se alguma noção com muita gente na frente. Com o Benfica vai ser um jogo completamente diferente, mas não temos receio nenhum. Vamos à Luz para ganhar. O Benfica não se pode fechar atrás, vem para cima de nós, nós vamos pressioná-los, porque é assim que eles crescem. Vamos sofrer mais uma semana, para mim maravilha! Estamos todos preparados e dentro do objetivo", atirou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.