O treinador do Sporting adiantou hoje que o reforço Marcus Edwards, contratado ao Vitória de Guimarães, será convocado para a partida de quarta-feira com o Belenenses SAD, da 20.ª jornada da I Liga de futebol.

Questionado em conferência de imprensa de antevisão sobre os reforços Marcus Edwards e Slimani (ex-Lyon, França), Rúben Amorim, que revelou que o avançado argelino chega quarta-feira a Portugal, referiu que a utilização de ambos os atletas vai depender das suas adaptações.

“Vai depender da forma como se adaptem. O Slimani já conhece Lisboa e o Edwards não, mas o Edwards vai já ser convocado porque temos poucas soluções e tivemos também saídas. Vamos meter já o Edwards a interagir com os colegas. O Slimani só chega amanhã [quarta-feira] e sabemos que não vai ter problemas em adaptar-se”, disse.

Sobre as características do atleta contratado aos vimaranenses e o que pode acrescentar ao plantel leonino, o técnico sublinhou as qualidades do avançado inglês, lembrando que era um desejo antigo.

“Já tínhamos interesse no Edwards desde o ano passado, mas não havia condições. Desta vez houve e o jogador teve muita vontade de vir para o Sporting. Foi muito importante vir já. Ele é muito introvertido e sei que vai demorar tempo até conhecer os colegas. Futebolisticamente, tem condições muito boas, é muito forte entrelinhas e no um contra um. Esperamos uma adaptação dos dois jogadores a um projeto que não é só para amanhã”, vincou.

Ao contrário de Edwards, Rúben Amorim vê Slimani como um atacante com características específicas e antevê que não vai precisar de tanto tempo para se adaptar ao clube, uma vez que jogou pelos ‘leões’ até 2016.

“É um tipo de avançado diferente. A nossa equipa joga mais subida e houve imensos jogos em que tivemos vários cruzamentos e faltou-nos às vezes uma referência na área. Mais do que uma vez perdemos o Coates e a nossa solução para o jogo aéreo na frente. Vem a custo zero, conhece muito bem o clube, tem 33 anos e hoje em dia com essa idade é-se novo. Faz golos, é intenso na pressão e reparamos que era uma solução para este momento da equipa. No passado, já tivemos essa hipótese e eu disse que não queria. A nossa forma de jogar mudou e precisamos ter uma referência que nos vai ajudar a ganhar jogos”, vaticinou.

Apesar de não se ter alongado nos comentários às mexidas nos plantéis dos rivais, Rúben Amorim não deixou de fazer uma observação curiosa pelo facto de o colombiano Luis Díaz ter trocado o FC Porto pelos ingleses do Liverpool.

“Não tenho qualquer interesse em saber o que fazem os rivais, estou preocupado com a nossa casa. Fizemos as nossas adaptações de acordo com aquilo que os jogos nos dizem. Penso que a equipa ficou mais forte, mais completa e com mais soluções. Luís Diaz? É um jogador impressionante que dava muita qualidade ao nosso campeonato e vai agora jogar para a Premier League e agora vamos vê-lo na televisão. Seguiu o seu caminho e isso faz parte dos clubes portugueses, ajudar a formar jogadores”, afirmou.

O treinador do Sporting encara com naturalidade as saídas do plantel de Tiago Tomás (Estugarda, Alemanha), Jovane Cabral (Lázio, Itália) e Geny Catamo (rumou a Guimarães envolvido na transferência de Marcus Edwards para Alvalade).

“Devido às características do nosso jogo, o Tiago Tomás perdeu espaço por isso mesmo. O Jovane teve uma oportunidade de saída e quando me foi perguntado dei o meu aval. O Geny é jogador do Sporting e está emprestado e podemos ir buscá-lo. Acredito muito nele", disse.

Sobre o duelo com o Belenenses SAD, o primeiro adversário após a conquista da Taça da Liga, Rúben Amorim não equaciona outro resultado que não a vitória para poder manter-se na perseguição ao líder do campeonato FC Porto, que soma 56 pontos, mais nove que os ‘leões’, que têm mais uma partida realizada.

“Sabemos que temos que ganhar para manter a nossa posição e para tentar subir na tabela. Não há jogos fáceis na liga portuguesa. Estamos preparados para estes momentos e já tivemos alguns percalços esta época, por isso, vamos encarar este jogo como a final de Leiria. Temos algumas dúvidas sobre a forma como o Belenenses SAD se vai apresentar e não tenho dúvidas sobre a forma como vamos abordar o jogo. Temos a obrigação de vencer o jogo”, disse.

O Sporting visita quarta-feira a casa do Belenenses SAD, em partida da 20.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com início marcado para as 20:45, no Estádio Nacional, em Oeiras, jogo que terá arbitragem de Gustavo Correia, da associação do Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.