O Sporting desloca-se este sábado ao terreno do Portimonense, em partida da 33.ª e penúltima jornada da I Liga, num encontro em que entrará em campo já a saber o resultado do FC Porto na visita ao Benfica e se terá ainda ou não hipóteses matemáticas de revalidar o título de campeão.

Na conferência de imprensa de antevisão a esse encontro em Portimão, marcado para as 20h30, Rúben Amorim, treinador dos leões, falou sobre essa questão.

"Quando estamos no Sporting, temos sempre de pensar em títulos. Sabemos da diferença de pontos mas, independentemente do que acontecer no outro jogos, temos de ganhar o nosso, fazer os nossos pontos, temos de ser a melhor defesa, marcar mais golos, melhorar em todos os aspetos porque no fim destas duas jornadas haverá um campeão e o campeonato vai acabar", começou por dizer o técnico leonino. "O nosso projeto é muito longo e, aconteça o que acontecer no jogo, haverá já campeão. Não controlamos o jogo, controlamos a forma como temos de jogar", acrescentou, antes de se recusar a falar sobre o 'Clássico' entre Benfica e FC Porto.

"Deixo isso para os comentadores. Eu sou treinador do Sporting, o nosso foco está no Portimonense. Obviamente que, para mantermos a luta pelo título, apenas um resultado nos interessa, mas o que me importa é vencermos o jogo", sublinhou.

Elogios ao Portimonense

"O jogo vai ser certamente difícil num campo difícil. A equipa deles é forte a defender, nas bolas paradas, tem uma transição forte, o que aconteceu aqui. Não pode repetir o onze porque alguns jogadores saíram, vai haver alguma alteração, não na ideia, mas nas características de alguns jogadores. Preparámo-nos bem para este adversário, vimos de um bom momento, a marcar muitos golos, não podemos sofrer golos com poucos remates que os adversários têm feito. Ainda temos de melhorar em relação ao último jogo".

Importância da recuperação de Coates

"É importante em todos os aspetos do jogo. Pela experiência que tem, pelo pulso que tem junto do resto dos jogadores, por tudo. A forma como ele melhorou na ligação ao ataque organizado, tem aquele correr, mas não é tão lento e consegue de bloquear as transições que o Portimonense faz. Vemos com bons olhos a recuperação dele."

'Caso Slimani' é caso encerrado

"Assunto completamente encerrado. Já falámos disso em várias conferências de imprensa. Eu vou seguir o meu caminho, que é o Sporting, e o Slimani não fará parte da minha ideia para aquilo que será o próximo ano. Será falado com o Slimani e com a direção. Para mim, está encerrado."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.