Declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, à  Sport TV, após a vitória por 2-1, sobre o Gil Vicente.

Dificuldades para marcar: "Quando estamos em desvantagem e o jogo a terminar temos esse receio de não ganhar mas este jogo foi diferente do primeiro em Alvalade, o Sporting criou muitas mais situações. Na primeira volta, uma bola parada e o Gil fez golo. Acabamos por marcar na segunda parte, fizemos por isso e vencemos justamente. Na segunda parte nós quisemos mais, corremos mais, e parece-me que o Gil Vicente deixou de jogar e quis fazer correr o tempo."

Palestra ao intervalo: "Tivemos de avisar os jogadores do que se estava a passar, claramente a intensidade foi mais baixa. Estávamos sempre no um para um, com velocidade do Samuel Lino e dos outros dois da frente, sofremos um golo e complicou-se tudo. Fizemos alterações e o que mudou foi fundamentalmente a mentalidade. E se não formos muito intensos não temos arcaboiço para ganhar o jogo, temos de correr muito."

Bis de Coates: "Ele teve uma semana muito difícil porque uma pessoa muito próxima dele suicidou-se e foi mesmo muito difícil para ele. Por isso, ainda bem que foi ele a marcar estes dois golos, porque é uma excelente pessoa e um grande capitão. Se havia alguém que merecia isto, era o Seba [Coates]"

Resposta do Sporting após empate do FC Porto: "A equipa tem humildade para ir mudando a sua atitude nos jogos, mas é ver a primeira parte, pode acontecer em qualquer campo e ficou provado que temos muito a trabalhar e a crescer, e vamos já pensar no Paços de Ferreira."

O que faria se estivesse a oito pontos do líder? "Mostraria aos meus jogadores a primeira parte deste jogo para verem que tudo ainda pode acontecer e que o campeonato ainda é longo. Temos muitos pontos para disputar e tudo pode acontecer. Por isso, vamos jogo a jogo".

Dois golos de Sebastián Coates nos últimos 10 minutos permitiram ao Sporting vencer fora o Gil Vicente por 2-1 e colocar-se com mais oito pontos do que o FC Porto na liderança da I Liga portuguesa de futebol. O central uruguaio marcou aos 83 minutos e já nos descontos, aos 90+1, depois do japonês Kanya Fujimoto adiantar o conjunto de Barcelos, aos 37, numa reedição do jogo da primeira volta, em que o Sporting também chegou aos 80 a perder, para vencer por 3-1.

Na classificação, o Sporting, que continua invicto e só com três empates cedidos, passou a somar 48 pontos, contra 40 do campeão FC Porto, que empatou 2-2 no reduto do Sporting de Braga, terceiro, com 37, enquanto o Gil Vicente é 14.º, com 16.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.