Num post publicado nas redes sociais, Rui Gomes da Silva, candidato à presidência do Benfica, insurgiu-se contra as novas camisolas do Benfica criticando as novas tonalidades.

"No novo equipamento, divulgado hoje no site do Benfica, o branco tinge-se de preto, e o vermelho vivo do nosso Benfica aparece corado, metáforas dos embaraços sucessivos causados ao nosso Clube e a nós, Benfiquistas, nos últimos anos, por esta direção, presidida por quem não tem cuidado destes valores: independência, autoridade e nobreza", pode ler-se no post divulgado.

Veja aqui o post na íntegra:

"Constituem os símbolos tradicionais do SPORT LISBOA E BENFICA a águia, que simboliza a elevação das aspirações do clube, isto é, independência, autoridade e nobreza, e as cores vermelho e branco que significam a bravura e a paz, respectivamente”.

No novo equipamento, divulgado hoje no site do Benfica, o branco tinge-se de preto, e o vermelho vivo do nosso Benfica aparece corado, metáforas dos embaraços sucessivos causados ao nosso Clube e a nós, Benfiquistas, nos últimos anos, por esta direção, presidida por quem não tem cuidado destes valores: independência, autoridade e nobreza.

Nem o nosso emblema, que esta administração já admitiu querer alterar (“está bom para mim, mas não está para quem está na China”, justificou o administrador executivo do Benfica e conhecido adepto do clube do outro lado da 2.ª Circular), e que connosco na presidência só mudará por indicação soberana dos sócios, tem a gloriosa combinação vermelha e branca.

Só o voto de Outubro impedirá que o Benfica das glórias desportivas e dos grandes espetáculos nos relvados e pavilhões sucumba perante um projeto financeiro nem sempre transparente e liderado por quem não sente o Benfica pelo coração, mas pelo bolso, como reforça este equipamento. O Benfica é Nosso!»

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.