Rui Gomes da Silva, candidato assumido às próximas eleições para a presidência do Benfica, voltou esta segunda-feira a escrever no seu habitual espaço de opinião no blogue 'Geração Benfica' para dar conta da vontade de enfrentar Luís Filipe Vieira no própximo ato eleitoral do clube 'encarnado'.

"Queria enfrentar Luis Filipe Vieira nas eleições de Outubro próximo com o Benfica campeão e, apesar de tudo, mantenho esse desejo e essa esperança: que o Benfica ainda possa ultrapassar o FC Porto...e dar-nos o 38! Como sempre foi público, o meu 'caminho' divergiu da gestão de Luis Filipe Vieira em momentos muito concretos, e, de uma forma constante há muito tempo, ruptura essa tornada pública com a minha saída da direcção do clube em 2016", sublinhou o antigo vice-presidente das 'águias'.

Na mesma publicação, Rui Gomes da Silva salienta que a principal divergência para com o atual presidente reside na aposta feita no panorama europeu. "Já tinha saído da administração da SAD do futebol em 2012, por assumir demasiadas vezes, para o 'gosto de outros', algumas opções diferentes e bem claras, que nunca caíram bem em quem mandava ou queria mandar. A maior dessas divergências, sempre crescente e assumida, foi a da aposta do Benfica na Europa, com base num raciocínio tão simples quanto o de que uma equipa forte lá fora também o seria, naturalmente, no campeonato português", escreveu.

Rui Gomes da Silva termina sublinhando as razões da sua candidatura. "Sou candidato pelo Benfica, pela sua História de 116 anos, mas, principalmente, pelo futuro do  clube! Sou transparente nos meus objectivos perante todos os benfiquistas e, por isso, me candidato", esclarece.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.