Com Rui Patrício a ter avançado para a rescisão unilateral com o Sporting, dado o travão nas negociações com o Wolverhampton, o guardião ainda tem sete dias por lei para ponderar a situação.

O guarda-redes pode mesmo anular a situação. Depois desse período, a situação segue os seus trâmites.

Avança o jornal Record, que caso o guarda-redes vença o Sporting em tribunal poderá ter direito a receber cerca de 9,6 milhões de euros. Ou seja, o salário que o guardião iria auferir até 2022: Cerca de 2,4 milhões por temporada.

Consulte aqui na íntegra a carta de rescisão de Rui Patrício

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.