O Benfica anunciou, esta quarta-feira, ter chegado a acordo com o sérvio Andrija Zivkovic para a rescisão de contrato entre as duas partes. O extremo esteve quatro épocas na Luz, onde ganhou duas vezes a I Liga portuguesa de futebol e ainda uma Taça de Portugal.

Zivkovic era dos mais bem pagos do plantel, pelo que a sua saída significa uma grande poupança nos salários. O sérvio de 24 anos chegou ao Benfica em 2016, depois de terminar o seu contrato com o Partizan. Para o convencer a assinar, os 'encarnados' ofereceram-lhe um alto salário, que ira aumentando a cada ano.

O contrato do sérvio terminaria em junho de 2021 mas no último ano, o salário sofria uma subida para cinco milhões de euros por ano. Esse é o valor que o Benfica irá poupar, ao rescindir com um jogador que pouco jogou em 2019/20 e que não estava interessado em qualquer empréstimo.

Nos quatro anos que esteve no Benfica, Zivkovic participou em apenas 88 jogos pelos lisboetas, marcando quatro golos, num total de 5147 minutos.

Na primeira temporada fez 24 jogos e um golo, num total de 1583 minutos. Fez 30 jogos, três golos e atuou em 2063 minutos na época seguinte os mesmos 30 jogos mas apenas 1377 minutos. Na época passada, a pior de Zivkovic na Luz, cumpriu apenas quatro partidas pelo Benfica, uma na Taça da Liga, ainda em 2019, e três no campeonato após a paragem causada pela pandemia de COVID-19, sempre a partir do banco, atuando em duas derrotas e um triunfo. Ao todo, atuou em 124 minutos.

Ora de acordo com as contas feitas pelo jornal 'Record', o sérvio custou 3.845 euros por cada minuto jogado no Benfica.

O jornal 'A Bola' adianta que o Benfica pagou 1,8 milhões de euros para que Zivkovic rescindisse o contrato. Ao todo, o sérvio custou 16 milhões de euros aos cofres do Benfica, entre salários, prémios de assinatura e prémios de jogo.

Os encarnados, recorde-se, pagaram 6,3 milhões de euros para contratá-lo (prémio de assinatura e serviços de intermediação) e ofereceu-lhe um salário condizente, em quatro anos, os encarnados pagaram 10 milhões de euros só em salários.

O Benfica paga 1,8 milhões de euros, no entanto, evita o custo de 4,9 milhões de euros referente ao último ano de contrato do jogador, mais o pagamento de 3 milhões de euros caso fosse transferido.

Recorde-se que no início do ano, o Benfica e o sérvio tinham chegado a um acordo nos mesmos moldes, mas na altura o jogador de 24 anos não quis assinar pelo Olympiacos porque queria ganhar os tais 2,5 milhões de euros limpos que auferia no Benfica. Contudo, esse entendimento não se fez com o emblema de Atenas.

Dezassete vezes internacional sérvio, Zivkovic cumpriu um total de 88 jogos pelos lisboetas, marcando quatro golos, após ter despontado para o futebol no clube de Belgrado.

*Notícia atualizada com mais dados

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.