“Já o tinha dito, quando soubemos que ia candidatar-se à Câmara de Oliveira de Azeméis, que ele devia optar por uma das situações”, começou por dizer António Salvador, à margem da apresentação de um produto para os sócios, o “Sporting Clube de Braga Seguros”.

Para o presidente bracarense, “não está em causa o Hermínio Loureiro, que trouxe coisas importantes para a Liga, mas, pelo interesse dos clubes, o seu caminho deve passar pela câmara”, reforçou.

Instado sobre se poderia ser um candidato à liderança da Liga de clubes, Salvador foi claro: “Não sou candidato a nada, só penso no Sporting de Braga”.

António Salvador junta-se, assim, às vozes críticas dos presidentes do Leixões e do Nacional, que antes mesmo das eleições autárquicas já tinham mostrado a não concordância com a acumulação de cargos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.