Em entrevista ao jornal Record, Andreas Samaris fez uma retrospetiva na época, na qual começou como proscrito de Rui Vitória e acabou como imprescindível para Bruno Lage.

"Eu quis lutar pelo meu lugar. Mesmo quando perdi espaço no Benfica, sonhei sempre com melhores dias e quis lutar por isso. Pensei que teria força e tolerância para aguentar tudo. E tive, aguentei. Continuei a trabalhar e aconteceu aquilo que eu queria", afirmou.

O médio grego deixa ainda elogios ao atual técnico dos 'encarnados'.

"Desde o primeiro dia, ele chegou com a lógica de tirar a pressão dos jogadores, mas fazendo que ninguém esquecesse a responsabilidade de jogar pelo Benfica. Ele conseguiu que os jogadores se sentissem confortáveis e confiantes e isso notou-se em campo, tal como o nosso ambiente, que ssempre foi bom, bem como o prazer de jogar futebol e de jogar pelo Benfica. Os números dizem isso", afirmou.

Samaris revela ainda que nunca percebeu o porquê de não ter sido utilizado com frequência por Rui Vitória. "Nunca percebi. Foi uma opção do treinador. Na minha cabeça nunca foi explicada claramente. Foi o que foi, fiz o meu trabalho como devia fazer e aguentei, só isso", disse.

Questionado se alguma vez jogaria no FC Porto ou no Sporting, Samaris apenas respondeu: "Não, nunca."

[E se a pergunta fosse feita em dezembro?] "Podias fazer-me a pergunta agora se eu não tivesse renovado. Tenho o meu passado no Benfica, onde joguei cinco anos, vivi momentos que não quero apagar da minha memória, nem quero vivê-los noutro clube em Portugal. Estou muito feliz por aquilo que passei, vivi e fez pelo Benfica, e não trocava isso por nada. Gosto muito da minha liberdade em Portugal e quero continuar a tê-la", atirou.

A terminar, Samaris contou ainda como foi o primeiro treino de João Félix com a equipa principal das 'águias'. "Notou-se logo. Olhámo-nos entre nós e dissemos: 'Há aqui qualquer coisa'. O toque dele, a presença dele dentro do campo era especial. Chegou ao treino e parecia que estava connosco há anos. A palavra medo não está no vocabulário dele. Entra e joga", vincou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.