Depois de um temporal que obrigou a interromper a partida no domingo, o cinzento do céu passou para o Benfica que com uma exibição da mesma cor e sem grandes oportunidades de golo não foi além de um empate a uma bola na visita ao Santa Clara. O resultado deixa os encarnados a quatro pontos do líder Sporting e com os mesmos pontos que o FC Porto. Darwin, aos 33'  e Fábio Cardoso, aos 60' fizeram os golos da partida.

No domingo, durante os primeiros cinco minutos de jogo, a primeira grande oportunidade de golo pertenceu ao Santa Clara, quando Odysseas foi obrigado a intervir em resposta ao remate de Lincoln aos 5 minutos, numa altura em que a bola já não rolava, flutuava no relvado do Estádio de São Miguel.

De seguida, Hélder Malheiro, e já depois das queixas de Jorge Jesus sobre a falta de condições para jogar terem sido audíveis na transmissão do jogo, as equipas voltaram aos balneários e só voltariam a sair de lá 24 horas depois.

Avançamos pela esta segunda-feira: tempo nublado na ilha de São Miguel, mas sem chuva e sem muito vento, a partida recomeçou aos 4:50 da partida, num relvado que estava pesado, no estado possível depois da ‘tareia’ que levou da chuva nas 24 horas anteriores.

O Benfica dominou as operações, passando a maior parte do tempo dentro da área do Santa Clara, mas sem conseguir criar muito perigo para a baliza defendida por Marco. Depois de Vertonghen, aos 31 minutos, ter cortado um remate que se poderia revelar perigoso de Jean Patric, o Benfica acabou por marcar, numa jogada que surge de um pontapé de baliza de Marco.

O esférico é cortado pela defesa encarnada, que lança Darwin rumo à baliza açoriana. Sob pressão, o uruguaio passou para Waldschmidt que, depois de combinação com Rafa, cruzou, já no interior da área, para Darwin, que só teve de encostar para o 0-1 aos 33 minutos.

O Benfica esteve perto de aumentar a vantagem três minutos depois, mas o remate de Waldschmidt passou ao lado do poste da baliza do Santa Clara e o resultado manteve-se até ao intervalo.

A segunda parte começou com um susto. Depois de um lançamento de linha lateral para o Santa Clara, Jean Patric e Gilberto chocaram de cabeça, com o jogador do Santa Clara a cair inanimado no chão. Já consciente e em cima de uma maca o jogador deixou o campo, juntamente com o benfiquista.

O Santa Clara tentava responder e ia crescendo na partida. Depois de Vertonghen ter impedido o perigo por duas ocasiões, os açorianos acabaram mesmo por chegar ao empate à passagem do minuto 60. Canto a favor dos insulares e depois de um primeiro alívio, o esférico acaba em Crysan, que tenta o golo acrobático, mas a bola acaba em Fábio Cardoso que, sem marcação, atirou de cabeça para o empate.

As águias mostravam-se apáticas e voltaram a ver o Santa Clara voltar a provocar calafrios quando, após contra-ataque dos açorianos, Crysan ficou frente a frente com Odysseas mas deixou o guardião do Benfica segurar o esférico aos 68’.

Os últimos 10 minutos foram de onda vermelha rumo à baliza defendida por Marco. O Benfica colocava a 'carne toda no assador' em busca do golo que desse a vitória e permitisse manter as distâncias para os principais rivais na tabela classificativa, mas o golo não surgiu e o empate confirmou-se depois de oito minutos de compensação. Com este resultado o Benfica passa a somar 28 pontos, os mesmos que o FC Porto e menos quatro que o Sporting, que fica mais isolado no topo da I Liga.

*Artigo corrigido às 20h26

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.