O São Paulo publicou um comunicado no site oficial onde confirma que chegou a acordo com o FC Porto para a transferência de Éder Militão para os campeões nacionais.

No documento, a equipa brasileira confirma que os azuis e brancos pagam quatro milhões de euros pelo defesa, ficando os paulistas com direito a 10 por cento de uma futura transferência.

"Nos últimos meses, o São Paulo dedicou todo o esforço possível, em diversas tentativas e propostas, a renovar o contrato de Militão, que termina a 11 de janeiro de 2019. Entretanto, o atleta definiu por seguir a carreira no futebol europeu e manifestou expresso desejo em não renovar seu contrato. Dessa forma, o São Paulo abriu negociação para que fosse indemnizado pela quebra contratual antecipada, e chegou a um acordo financeiro com o Porto", pode ler-se na nota emitida pelo São Paulo.

O clube diz que tentou renovar o contrato com o defesa, de 20 anos, que, contudo, preferiu continuar a sua carreira na Europa.

No comunicado pode ler-se ainda que Militão só chega à cidade do Porto depois de 5 de Agosto, permitindo que o defesa esteja disponível para os próximos quatro encontros do 'tricolor'.

Militão joga no São Paulo desde os 14 anos, podendo jogar a lateral e a defesa central.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.