A cumprir a terceira temporada no Benfica, Haris Seferovic falou ao canal suíço 'MySports' sobre a mudança para a Luz, admitindo que "o primeiro ano não foi o melhor".

"O primeiro ano não foi fácil. Eu comecei a jogar e a marcar, mas não marquei durante alguns jogos e deixei de jogar. Não tinha oportunidade para me redimir. Eu próprio perguntei por que é que não tinha uma nova oportunidade. Mas depois do primeiro ano foi maravilhoso, o clube é fantástico. Sinto-me muito bem lá, extremamente bem, mesmo. Decidi ficar e olhar em frente", admitiu o avançado.

O internacional suíço, que foi o melhor marcador da I Liga na temporada passada, confessou que chegou a pensar em sair dos 'encarnados' e que tudo mudou com a chegada de Bruno Lage.

"Achava que se não jogasse meia época que o melhor seria sair. Mas naquela altura o clube não estava a jogar muito bem, ganhávamos de tempos a tempos. Estivemos seis ou sete pontos atrás do FC Porto, o que era muito mau para um clube como o Benfica. Depois do ano novo perdemos o jogo com o Portimonense e com essa derrota houve uma mudança de equipa técnica. Tudo começou aí. Mudámos o nosso sistema de 4x3x3 para 4x4x2 e tudo começou a correr bem, começámos a jogar bem, marcar golos", vincou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.