Depois da vitória por 2-0 sobre o Estoril no Estádio do Dragão, Sérgio Conceição mostrou-se muito emocionado, principalmente quando recordou os pais, que já "não estão entre nós".

"Diriam que se sentiriam orgulhosos de mim, provavelmente. Ter a dedicação máxima, dar o máximo possível, para lhes dedicar todos os momentos que atinjo em toda a minha vida. Estão diariamente nos meus pensamentos e em tudo o que vou atingindo na minha vida", disse o treinador portista durante a flash interview da Sport TV.

Sobre a equipa inicial diferente que apresentou esta tarde, Sérgio Conceição diz que o FC Porto "não pode parar".

"Olhei para a equipa que, para este jogo, me dava mais garantias e foi dessa forma que montei a equipa. Também a pensar na final da Taça que é o mais importante, mas nunca preparando dois jogos ao mesmo tempo. Acho que também mereciam jogar estes jogadores que foram entrando. A dedicação é máxima, o espírito é fantástico, e o momento em que o Fernando fez golo resume isso, a alegria de todos, isso espelha bem o nosso balneário", disse Sérgio Conceição, sublinhando a estreia do brasileiro.

"Senti-me emocionado. O Fernando fez um início de época muito bom, lesionou-se com gravidade, perguntaram-me se podia fazer o trabalho de recuperação no FC Porto e eu disse que sim. É um de nós, acompanhámos os meses de sofrimento e dedicação dele, sempre com um espírito fantástico, e teve este merecido prémio. Trabalha muito bem, o Cláudio Ramos igual, o Meixedo, o Rúben... este é o condimento que faltou há dois anos, todos juntos para fazer da festa uma festa ainda mais bonita".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.