O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, mostrou hoje preocupação com o aumento de casos de infeção com o coronavírus na sociedade e, concretamente, nas equipas de futebol, considerando que “todos os cuidados são poucos” para evitar contágios.

“Ainda hoje tivemos essa conversa com o departamento médico. Temos de viver com isto, mas se não formos responsáveis, podemos, de um momento para o outro, ficar sem jogadores e sem elementos importantes. É preciso máxima responsabilidade, com a perceção que todos os cuidados são poucos”, analisou o treinador dos ‘dragões’.

Sérgio Conceição foi, de novo, confrontado com o polémico jogo entre Belenenses SAD e Benfica, da 12.ª jornada da I Liga, suspenso aos 48 minutos, depois de os ‘azuis’ – atingidos por um surto do coronavírus - terem ficado sem o número mínimo de futebolistas legalmente exigido, numa altura em que o Benfica vencia por 7-0.

Sérgio Conceição voltou a não comentar o sucedido, dizendo apenas que “as regras são ditadas e colocadas em prática por gente que está capacitada para isso e não pelo treinador do FC Porto”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.