Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, em declarações na flash interview da SportTV, depois da vitória frente ao Marítimo.

Quintana: "Queria mandar um abraço à família do Quintana. Dizer que todos somos poucos para rezar por ele e pedir a Deus que tudo corra pelo melhor. Um abraço muito grande da família portista para a sua família"

200 jogos: "Agradecer aos meus jogadores, porque tiveram um gesto fantástico no final, ofereceram-me uma camisola dos 200 jogos pelo FC Porto, numa caminhada que tem sido cheia de paixão, de ambição e com muitos deles desde o início comigo. Todos os que partiram, todos os que chegaram, o meu muito obrigado"

O jogo: "O Marítimo fez um jogo muito competente, sabíamos que individualmente é uma equipa que tem jogadores acima da média (...). Encontrámos um Marítimo competente a defender, é verdade que estavam muito bem no jogo nessa largura defensiva. No corredor central estavam sempre com muitos homens a dificultar a nossa circulação, eram muito pressionantes. É um jogo com dificuldades, fizemos o golo, criamos mais uma oportunidade no poste. No canto, onde o Zaidu está praticamente só, faltou ali comunicação, não foi uma combinação, mas um canto falhado e sofremos o golo do empate. O que torna o jogo mais difícil porque galvaniza a equipa adversária, que necessita muito de pontos e se sentia confortável no jogo. Cabia-me a mim, com o que tinha no banco, ir mexendo. (...) Eram precisos jogadores que encontrassem espaços"

Busca pela vitória: "Tenho uma confiança enorme nos meus jogadores, sabíamos que estes três pontos eram importantes, à medida que o campeonato vai caminhado, percebemos que a distância para o nosso rival não pode ser alargada e aqui tentámos de tudo para ganhar o jogo e no final fomos felizes, essa pontinha de sorte que às vezes é importante e nos tem faltado. Um canto que não existe acaba por ser golo, como no Boavista. Hoje, uma bola que podia ser controlada, acaba por dar canto e sofremos o golo. Tem-nos faltado essa pontinha de sorte. Mas acho que com este acreditar, com esta determinação - e deixe-me valorizar os jogadores que entraram, isto para mim é importante. Assim podemos não ganhar sempre, mas ficamos mais perto da vitória"

Jogo decisivo frente ao Sporting: "É uma jornada importante, se queremos reabrir o campeonato é uma jornada importante para nós, temos de ir à procura do que queremos sempre, a vitória"

Um jogo de destaque entre os 200 realizados: "Existem alguns jogos fantásticos naquilo que foi a preparação e estratégia do jogo, estou a lembrar-me do Leipzig, para a Liga dos Campeões, o da Juventus também foi muito bem conseguido. Acho que todos os jogos que valeram títulos, neste clube não festejamos vitórias, festejamos títulos"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.