Sérgio Oliveira, médio do FC Porto, mostrou-se orgulhoso pela conquista do título de campeão nacional, mas sublinha o sofrimento por que passou a equipa 'azul e branca' ao longo da temporada.

"Um orgulho imenso poder escrever o meu nome, como de todos os meus colegas, na história deste grande clube. Não é para qualquer um poder estar neste Museu. É uma sensação fantástica, o culminar de muito trabalho. Não só de agora, mas de há muito tempo", começou por dizer Sérgio Oliveira em declarações ao site do FC Porto.

"Esta época sofremos bastante, trabalhámos muito e fomos uns justos vencedores e merecedores deste título e deste apoio, do mar azul que conseguimos criar. Foi fantástico. Tivemos três momentos de festejo. Primeiro não foi bem um festejo, mas foi um passo superimportante: quando ganhámos 1-0 no Marítimo. Já sentíamos que estava muito perto, já havia aquele burburinho de festa, mas estávamos com os pés na terra. E no sábado seguinte foi o momento em que pudemos festejar com a máxima força. E depois os Aliados, com uma festa, aí sim, com toda a gente que mereceu, desde staff, adeptos, jogadores. Toda a gente", acrescentou.

"São muitas horas de trabalho. As pessoas se calhar não têm noção, mas trabalhámos muito. Resta-nos agradecer ao mister Sérgio que conseguiu incutir em nós tudo isso. Só temos de lhe agradecer", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.