A comissão disciplinar da Federação Romena de Futebol determinou hoje a retirada de pontos a sete clubes da primeira divisão e a outro da segunda por acumulação de dívidas a fornecedores e ao erário público.

O Ceahlaul Piatra Neamt, 18.º e último classificado, foi objeto da sanção mais pesada, perdendo nove pontos, enquanto o Petrolul Ploiesti (atual terceiro classificado) e o CFR Cluj foram sancionados com a subtração de seis pontos.

O Rapid de Bucareste, o Otelul Galati, o FC Brasov e o Universiteatea Cluj perdem, por seu turno, três pontos.

Ao clube da segunda divisão Metalul Resita serão retirados nove pontos.

De acordo com os regulamentos da federação, a redução de pontos produzirá efeito no início da próxima temporada – as equipas visadas começam o campeonato com pontos negativos.

Por recomendação da FIFA, em novembro de 2014 o Comité Executivo da Federação Romena de Futebol substituiu a despromoção por penalizações através da retirada de pontos e multas.

A generalidade dos clubes de futebol romenos atravessa uma fase de dificuldades financeiras, em resultado de má gestão por parte de alguns empresários e um aumento da pressão judicial face à prática de evasão fiscal e branqueamento de capitais através dos clubes.

Em menos de três anos, seis clubes declararam falência.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.