O Benfica ´chumbou` no teste mais exigente da pré-época até agora. Os "encarnados` perderam com o Sheffield Wednesday de Carlos Carvalhal por 1-0, em jogo realizado no Estádio Hillsborough em Inglaterra. Forestieri marcou o único golo do encontro, naquele que foi também o primeiro golo sofrido pelo Benfica na pré-época. Zivkovic saiu lesionado, Talisca ficou na bancada.

Este foi o teste mais complicado para o Benfica até agora. Depois do empate com o Vitória de Setúbal e da goleada aplicada ao Derby County, os "encarnados" perderam frente a um adversário mais complicado. Sem os guarda-redes Júlio César e Éderson, os defesas Lindeloff e Eliseu, o médio Talisca e os avançados Jonas e Jiménez, este encontro foi uma boa oportunidade para dar minutos aos reforços mas também a outros jogadores menos utilizados na época passada.

Rui Vitória ainda está a formar a melhor equipa, numa altura em que, mais que os resultados, o importante é a assimilação de processos e o entrosamento entre os jogadores. Nos próximos jogos, já com o regresso dos jogadores que estiveram no Euro, o Benfica deverá apresentar melhorias e um onze mais perto daquilo que deseja Rui Vitória.

A análise dos melhores e dos piores do Benfica e ainda dos reforços

Os melhores do Benfica

Grimaldo mostrou que é um sério candidato a ficar com a titularidade no lado esquerdo da defesa. André Almeida parece melhor que Nelson Semedo no flanco oposto.

Gonçalo Guedes mostrou muita vontade na segunda parte. Rematou muito.

Fejsa joga quase sempre bem quando não está limitado fisicamente. O lugar na posição ´seis` parece dele.

Os piores:

Luisão sentiu inúmeras dificuldades perante a mobilidade de Forestieri. O capitão fica muito exposto quando colocado no um-para-um perante um jogador rápido. Nunca conseguiu, com Jardel, controlar a profundidade do jogo dos ingleses.

Pizzi entrou no segundo tempo com o ´complicómetro` ligado. Terá de ser mais inteligente para garantir um lugar na equipa.

Análise aos reforços


André Horta: Não esteve tão exuberante como frente ao Derby County. Não é um médio centro e sentiu dificuldades para jogar frente a uma equipa mais forte

Franco Cervi: Foi dos melhores no 1º tempo, com cruzamentos e dribles à esquerda. Mas ´apaga-se` muito no jogo e só aparece a espaços.

Oscar Benitez: Teve boa oportunidade aos 9´ mas não acertou bem na bola. De resto, não conseguiu ter bola nem combinar bem com Rui Fonte.

Celis: Teve pouco tempo para mostrar o que vale e a intensidade colocada pelo Sheffield não ajudou. Terá de fazer mais para tentar o lugar a meio.

Carrillo: Esperava-se mais do ex-Sporting mas continua sem convencer na pré-época. Tentou jogar simples, sem arriscar muito. Tem de ser mais explosivo.

Zivkovic: Entrou, lesionou-se e saiu. Espera-se que não seja nada de grave.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.