Depois de confirmar que o encontro com o Famalicão, disputado esta terça-feira (derrota por 3-1) tinha sido o seu último como treinador principal do Sporting, Jorge Silas assinou na tarde desta quarta-feira a rescisão do contrato que o ligava aos 'leões' até ao final da época, com mais uma de opção.

Fica, assim, oficializado o adeus do treinador que chegou ao comando técnico do conjunto de Alvalade no final de setembro e que parte ao fim de menos de seis meses, depois de 28 jogos ao leme da equipa 'leonina', nos quais somou 17 vitórias, dez derrotas e um empate.

Está desta forma definitivamente aberta a porta para o anúncio oficial de Rúben Amorim como novo treinador do Sporting.

A rescisão do contrato de Silas - bem como dos seus três adjuntos - também foi já oficializada junto da CMVM pelos 'leões'.

Leia o comunicado na íntegra:

A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD (adiante Sporting SAD ou Sociedade) vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º-A do Código dos Valores Mobiliários, informar o mercado que, nesta data, foi formalizada a revogação por mútuo acordo dos contratos de trabalho entre a Sociedade e os seguintes treinadores da equipa principal de futebol: - Jorge Manuel Rebelo Fernandes (Silas) - José Pedro Alves Salazar - Rui Fernando Caldas Nunes - Pedro Miguel Morais Alves.

*artigo atualziado às 20h23 com o comunicado do Sporting à CMVM

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.