Domingos Soares Oliveira, CEO do Benfica, concedeu uma entrevista ao jornal italiano 'Tuttosport' onde falou sobre a aposta que nos últimos anos os 'encarnados' fizeram na formação.

Na entrevista, o administrador da SAD do clube da Luz recordou um episódio curioso, que remonta a abril de 2017, quando o Benfica perdeu a final da Youth League frente ao Salzburgo. Os protagonista foram Rúben Dias e Aleksander Ceferin, presidente da UEFA.

"Em 2017, o presidente Vieira e eu estávamos em Nyon para a final da Youth League, entre o Benfica e o Salzburgo. Nas bancadas, ao nosso lado, estava o presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, que em determinado momento do jogo se virou para nós e, apontando para o Rúben Dias no campo, disse: 'Aquele é o chefe'. Claro, não?", questionou Domingos Soares Oliveira, antes de falar sobre a crescente aposta do Benfica na formação de jogadores no Caixa Futebol Campus.

"O momento de ouro da formação do Sporting, de um jovem Cristiano Ronaldo, coincidiu com um dos períodos mais complicados do Benfica. Nos últimos anos, o cenário mudou e, consequentemente, a nossa estabilidade e crescimento económico ajudaram-nos a desenvolver o projeto", atirou Soares Oliveira.

"Agora todos falam em [João] Félix, Rúben Dias e Florentino, mas nos últimos anos lançámos jogadores como Cancelo, Renato Sanches, [Nélson] Semedo, Bernardo Silva… O nosso projeto é claro: apostamos numa mescla de talento e jogadores experientes, os quais devem servir de referência aos mais jovens", finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.