"Nesta altura, à 11ª jornada, somos a melhor equipa, não há dúvidas sobre isso. Somos primeiros, temos conseguido bons jogos e um bom rendimento. Os primeiros 45 minutos em Guimarães foram o único senão", considerou Domingos Paciência, lembrando a única derrota do Sporting de Braga no campeonato (1-0).

De resto, observou, "a equipa tem sido regular, tem feito golos e sofrido poucos".

O treinador não quis responder à questão sobre se a equipa tem ou não estofo de campeã: "Não sei o que vai acontecer para a frente, mas gostaria que mantivesse a identidade, a disponibilidade para trabalhar e acabasse os jogos como hoje, com vontade de marcar mais golos, isso é bom sinal", disse.

Sobre o triunfo na recepção aos leirienses, considerou-o "evidente" e "merecido", defendendo apenas que o resultado "peca por escasso".

Para o treinador adjunto da União de Leiria, a equipa entrou "quase a perder, mas reagiu bastante bem ao golo, equilibrou as operações", advertindo que "estava a jogar contra uma grande equipa".

"Na segunda parte tentámos ser mais agressivos no último terço do terreno e quando estávamos a ter mais posse de bola sofremos o segundo golo", lamentou João Bastos.

Ainda assim, o técnico adjunto de Lito Vidigal elogiou "a atitude dos jogadores" que, "mesmo com 2-0 e contra uma grande equipa, continuaram a tentar o golo".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.