José de Sousa Cintra acredita que o Sporting tem uma vantagem relativa contra o FC Porto, por jogar no seu estádio. Em entrevista exclusiva ao SAPO Desporto, o antigo presidente do clube leonino acredita que o comportamento dos jogadores será fundamental para um bom resultado.

"É uma vantagem relativa. O Sporting joga no seu estádio, perante os seus adeptos, mas o Sporting faz bons jogos tanto em casa como fora de casa. Embora em casa, como é normal, as pessoas reconhecerem que é sempre uma vantagem. Mas não é uma vantagem que possa ter influência no resultado. A influência no resultado vai ter o comportamento dos jogadores em campo. Neste domingo, vai ser um Clássico muito importante, talvez dos clássicos mais importantes", começa por dizer.

"Neste momento, o FC Porto está em primeiro lugar, dois pontos acima do Sporting. Está com uma pujança muito grande. Fez um jogo fantástico, diria que foi dos melhores jogos nas competições europeias que eu vi o FC Porto fazer, ganhou com todo o mérito, foi fantástico. Foi muito bom para o FC Porto e para a imagem do futebol português. E o FC Porto vem a Alvalade com aquela dinâmica e aquele entusiasmo. Vem motivadíssimo com a grande partida que fez e a grande vitória que teve. Portanto, isso para o Sporting não é bom, enfrentar um adversário que vem com a força toda e com o ânimo todo, com aquela garra, entusiasmo e confiança", continuou o antigo presidente do clube de Alvalade.

Motivação depois de uma grande exibição frente ao Barcelona

O ex-dirigente acredita, no entanto, que o Sporting também vem motivado, depois de uma grande exibição frente ao Barcelona, para a Liga dos Campeões.

"O Sporting não fica atrás. Jogou com o Barcelona, lamentavelmente perdeu o jogo e não merecia. O Sporting teve mais oportunidades de golo que o Barcelona, teve um árbitro injustificável, a mostrar cartões aos jogadores do Sporting a torto e a direito, para intimidar os jogadores, coisas sem nexo, sem sentido, um comportamento miserável. E depois, o Barcelona teve a sorte do jogo, com aquele autogolo. O Sporting infelizmente perdeu mas deixou uma boa imagem a todo o mundo que viu o jogo", disse.

"Claro que não enfraquece nada este jogo para o Clássico, porque as grandes equipas jogam para ganhar. Eu acredito que o Sporting vai ganhar o jogo,  e vai distanciar-se um pouco do FC Porto. Apesar de ainda faltar muito campeonato, é sempre bom distanciar-nos. Vai ser um grande jogo, espero que seja um bom espetáculo e que o Sporting ganhe com mérito. Espero que tudo corra bem, até porque o Sporting tem boas relações com o FC Porto. Aliás, o Sporting quer ter boas relações com todos os clubes. É esse o apanágio do Sporting e espero que este domingo seja mais um dia de grande satisfação, que ganhe o melhor e que o melhor seja o Sporting", referiu, dizendo que a boa exibição frente ao Barcelona motiva os jogadores.

"É sempre bom quando os jogadores estão motivados. E têm razões para isso, não obstante terem tido uma derrota. A opinião geral da comunicação social é que o Sporting jogou bem, não há que fazer críticas ao Sporting. Não ganhou por falta de sorte e nada mais. Isso não vai atrapalhar nada nesta situação, nem por um lado nem por outro. O Sporting vai jogar o seu futebol com a equipa motivada e vamos acreditar que irá ganhar".

No entanto, a missão do clube 'leonino' não será fácil, contra um FC Porto "poderoso", revela o antigo presidente.

"O plantel do FC Porto é fortíssimo. Aqueles avançados do Porto mostraram no Mónaco como é que se joga. O Sporting tem bons avançados e seguramente que vão fazer o seu melhor. Agora cada jogo tem a sua história, não há dois jogos iguais. Ambos vão arranjar a estratégia mais adequada, a tática mais adequada, os treinadores vão pensar no que um e outro a fazer, os jogadores a mesma coisa. Espero que possa sair um bom espetáculo de futebol, com duas grandes equipas e tenho a esperança que o Sporting vai ganhar, não obstante as dificuldades que vão encontrar contra um poderoso Porto", afirmou Sousa Cintra, que indicou os jogadores mais importantes do plantel.

"Temos o Bruno Fernandes, que é um jogador fantástico e temos o Gelson, que é outro grande jogador. Esses dois jogadores fazem de facto a diferença, devido à sua qualidade e seguramente vão mostrar a sua grande categoria dos jogadores que o Sporting tem ao seu serviço e também ao serviço da seleção nacional".

Como antigo presidente, José Sousa Cintra analisou também o trabalho do seu sucessor, Bruno de Carvalho.

"Tem feito o trabalho possível, tem sido um bom trabalho. O Sporting está a honrar os seus compromissos, o que é uma coisa sempre importante. É um trabalho de mérito, um trabalho que é reconhecido por todos. Embora alguns adeptos não gostem do estilo do presidente mas, no fundo, o que interessa são os resultados da sua gestão. E a sua gestão tem sido boa, porque honra os seus compromissos pontualmente. Agora mais palavra ou menos palavra, pouco importa, o que importa de facto é o futuro do clube e o Sporting está no caminho para ser um clube que é e sempre foi um clube com passado e história, um dos clubes mais importantes da Europa".

José de Sousa Cintra foi presidente do Sporting de 1989 a 1995. Foi um dos grandes responsáveis por manter os jovens Figo e Peixe, quando se falava que podiam sair para o Benfica.

Nas modalidades, conseguiu ganhar a Taça das Taças de Hóquei em Patins e recuperou a hegemonia no Corta Mato, ganhando seis Taças dos Campeões Europeus consecutivas. Foi também responsável por vencer um tricampeonato nacional em Voleibol.

José de Sousa Cintra também foi o responsável pela inauguração do Museu do Sporting no Estádio José de Alvalade.

O Sporting recebe o FC Porto no próximo domingo, às 19h15, em jogo a contar para a oitava jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.