O Sporting acusa o árbitro Luís Godinho de “desrespeito pelas leis de jogo e protocolo do VAR” em dois jogos dos ‘leões’ na I Liga, numa exposição enviada hoje ao Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol.

Em comunicado, a SAD ‘leonina’ revelou que o documento foi enviado ao presidente do organismo, José Fontelas Gomes, devido às atuações de Luís Godinho nos empates (2-2) com o FC Porto, no Estádio José Alvalade, na quarta jornada, e no campo do Famalicão, no último fim de semana, na nona ronda.

“Em causa, o desrespeito pelas leis de Jogo, protocolo do VAR [videoárbitro] e aplicação reiterada e sistemática da dualidade de critérios entre equipas. A Sporting SAD considera que a errada utilização do instrumento do VAR, sem respeito pelo protocolo existente que reserva a intervenção para lances de “claro e óbvio erro”, não sucedeu com igualdade de critérios nos jogos a que faz referência”, lê-se na nota do clube de Alvalade.

Nesse sentido, o Sporting defende que as comunicações entre o árbitro e o VAR durante os jogos deviam ser tornadas públicas, de modo a “contribuir para a maior transparência dos processos”.

“Com isto, a Sporting SAD não pretende colocar em causa a carreira do árbitro Luís Godinho ou de qualquer elemento da sua equipa, mas sim que o CA retire as devidas ilações da repetição de erros e lances mal avaliados pelo árbitro em causa, em claro prejuízo da equipa do Sporting”, refere o atual líder da I Liga.

O emblema lisboeta lamenta “a reação imediata” do CA após o final do jogo, através da imprensa, algo que considera “nada abonatório” para o próprio organismo, estando dessa forma a “condicionar e vincular as classificações da equipa de arbitragem em questão”.

“A Sporting SAD é uma acérrima defensora da transparência e da verdade desportiva no futebol e acredita que as arbitragens em causa em nada dignificaram o futebol nacional, bem como a arbitragem portuguesa. Não deixaremos de lutar por um futebol português mais transparente, com critérios iguais para todos”, concluem os ‘leões’.

No embate com o Famalicão, já nos descontos e com o resultado em 2-2, o Sporting chegou ao terceiro golo através de Coates, com Luís Godinho a validar inicialmente o lance, acabando mais tarde por anular devido à intervenção do VAR.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.