O Sporting venceu o Arouca por 2-1, com golos de Matheus Nunes e Nuno Santos, em partida a contar para a 8.ª jornada da I Liga. Com este triunfo, os leões igualaram o FC Porto no segundo lugar e ficam a um ponto à condição do líder Benfica.

Veja o resumo

Nada há nada como uma vitória a nível interno para curar os males europeus. Sabendo de antemão da vitória do FC Porto frente ao Paços de Ferreira, os leões sabiam que só os três pontos interessavam em Arouca para impedir a fuga dos dragões.

Em relação à partida em Dortmund, que resultou numa derrota por 1-0, Rúben Amorim alterou três pedras: Saíram Feddal, Luís Neto e Tiago Tomás e entraram Ricardo Esgaio, Daniel Bragança e Nuno Santos, com Esgaio, Coates e Matheus Reis, dois laterais a formarem o trio defensivo. Apesar dos rumores de uma possível mudança no esquema habitual, o Sporting apresentou em 3-4-3, com Nuno Santos na esquerda e Bragança no centro do terreno próximo de Palhinha e Matheus Nunes mais descaído numa posição mais adiantada.

O encontro começou mexido em Arouca, com os verdes e brancos focados em chegar à vantagem o mais cedo possível, estancando assim o que poderiam ser sinais de ansiedade, após a segunda vitória consecutiva na fase de grupos da Champions. O primeiro lance de perigo da partida surgiu ao minuto 10´, com o guardião Fernando Castro a ser posto à prova, depois de um cruzamento tenso de Nuno Santos.

A boa entrada leonina acabou por se traduzir num golo madrugador apontado aos 16´. Grande jogada dos leões, com Paulinho a deixar a bola para o cruzamento de Nuno Santos, Sarabia apareceu solto ao segundo poste, tocando para a finalização de Matheus Nunes. O médio fazia o 'gosto ao pé' depois de ter sido confirmada ainda durante a semana a chamada à seleção portuguesa. O lance ainda foi alvo de análise, mas acabou por ser validado. O espanhol, no momento da assistência, estava 27 centímetros em jogo no lance do golo.

Mas a equipa treinada por Armando Evangelista reagiu quase de pronto, com Oday Dabbagh a desviar perante Ádan, com a bola a passar a rasar o poste. Pouco minutos depois e o jogador palestiniano ficou novamente perto do golo, mas na cara de Ádan permitiu a mancha do 'keeper' leonino.

Num encontro que era de parada e resposta, os verdes e brancos estiveram próximos de dilatar a vantagem, com Paulinho e Coates a desperdiçarem. O dianteiro luso acabou por dar o toque final, mas o remate saiu desviado. No entanto, o lance foi anulado por fora de jogo. A equipa de Rúben Amorim estava focada em sair com uma vantagem mais gorda para o descanso e Sarabia, esteve perto do golo, em duas finalizações, com Fernando Castro a brilhar a grande altura.

O segundo tempo abriu praticamente com o golo do Arouca. Transição rapidíssima dos donos da casa, com Bukia a arrancar, cruzando para a finalização de Dabbadh. Só que não poderia ter havido melhor reação da equipa de Rúben Amorim. Nuno Santos deu de novo vantagem aos leões, num pontapé forte, após a segunda assistência da noite de Sarabia. Até final, a equipa de Armando Evangelista ainda tentou dar um ar da sua graça, mas o resultado não sofreria alterações.

Com este triunfo, o Sporting chegou aos 20 pontos na Liga, os mesmos que o FC Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.