O Sporting esclareceu hoje que os sócios correspondentes e os sócios atletas serão integrados no «escalão inferior ao escalão base de quota» durante o período de seis meses, em consequências das alterações estatutárias aprovadas na última Assembleia-Geral.

Em comunicado publicado no seu sítio oficial, o clube lisboeta clarifica alguns pontos do processo de descentralização do voto promovida pelos novos estatutos, que já estão em vigor, com vista a esclarecer os associados sobre a forma de participação na próxima reunião magna, marcada para 14 de outubro.

«Uma vez que (...) já se encontra extinta a subcategoria de sócios correspondentes, comunica-se, designadamente para efeitos da participação e direito de voto na próxima Assembleia Geral do clube, que, até ao final do referido prazo de seis meses, os sócios correspondentes ficarão enquadrados no escalão inferior ao escalão base de quota», informa a nota.

O mesmo princípio vai aplicar-se aos sócios atletas, mas em ambos os casos será possível «optar por integrar o escalão base de quota», «desde que o façam até ao início da votação da próxima Assembleia Geral».

«Outras alterações, tais como o voto por correspondência e o voto eletrónico, estão dependentes da existência de regulamento a aprovar pela Assembleia-Geral, sob proposta da Mesa da Assembleia-Geral», adianta o comunicado.

O Sporting assinala que «as alterações ao nível das novas categorias de sócio e respetivos escalões de quota estão estreitamente relacionadas com a nova campanha comercial, que será implementada no prazo máximo de seis meses», na expetativa de que «contribuirão significativamente para a aproximação» dos sócios ao clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.