Com as condicionantes que se aguarda para o próximo mercado de transferências, perante a crise financeira derivada da pandemia COVID-19, o Sporting definiu como linha estratégia para o reforço do plantel para 2020/21 dar prioridade ao mercado interno como base de recrutamento.

De acordo com o jornal 'O Jogo', a direção leonina vai procurar gastar o menos possível e procurar reforços dentro da I Liga, tentando incluir alguns jogadores dispensáveis nos negócios, para diminuir o valor a pagar. O envolvimento de atletas vinculados contratualmente ao Sporting como moeda de troca para baixar valores das transação a efetuar poderá, assim, revelar-se determinante.

Taremi, do Rio Ave, continua a ser um dos jogadores mais desejados, sendo o regresso de João Palhinha para permanecer no plantel outro dos desejos de Rúben Amorim. De acordo com o jornal 'O Jogo', outros jogadores do Sporting de Braga, que Amorim conhece bem, também estarão nas contas dos 'leões': Ricardo Esgaio, Sequeira e Paulinho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.