com o apoio MEO
em modo Escuro poderá poupar até 30% de energia. Saiba mais

Sporting reage à queixa da Sampdoria pela transferência de Bruno Fernandes

Clube de Alvalade frisa que os italianos não têm direitos nos contratos assinados depois do verão de 2018.
Sporting reage à queixa da Sampdoria pela transferência de Bruno Fernandes
SAPO Desporto

O Sporting emitiu na tarde desta quarta-feira um comunicado no qual reage à queixa apresentada pelos italianos da Sampdoria na FIFA contra o clube de Alvalade. Em causa está a transferência de Bruno Fernandes para o Manchester United, no passado mês de janeiro.

"A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD vem por este meio esclarecer que está em curso o prazo para defesa do Clube relativamente a uma queixa apresentada na FIFA pela U.C. Sampdoria", começa por admitir o clube, acrescentando que "em causa está um diferendo jurídico entre os dois Clubes relacionado com uma cláusula do contrato quando o jogador Bruno Fernandes se transferiu de Itália para Alvalade."

No mesmo comunicado pode ainda ler-se que "entende a Sporting CP - Futebol, SAD, suportada em jurisprudência do Tribunal Arbitral du Sport / Court of Arbitration for Sport (TAS / CAS), que face à resolução unilateral do contrato no Verão de 2018 do jogador com o Clube, que essa mesma cláusula perdeu o efeito jurídico, não tendo a U.C. Sampdoria, consequentemente, quaisquer direitos futuros nos contratos assinados posteriormente, nomeadamente a transferência para o Manchester United FC. A FIFA e, se necessário, os tribunais, esclarecerão cabalmente a questão."

A Sampdoria quer receber 10% do valor das mais-valias recebidos pelo Sporting na venda de Bruno Fernandes ao Manchester United, contudo, o Sporting considera que o emblema italiano não tem direito a esse valor.

FIFA analisa queixa da Sampdoria contra o Sporting pela transferência de Bruno Fernandes
FIFA analisa queixa da Sampdoria contra o Sporting pela transferência de Bruno Fernandes
Ver artigo

A cláusula dos 10% estava inscrita no primeiro contrato que Bruno Fernandes assinou com o Sporting em 2017, quando chegou a Alvalade oriundo precisamente da Sampdoria.

Contudo, depois do ataque à academia de Alcochete, o médio 'leonino' rescindiu unilateralmente o contrato com o Sporting e no regresso um novo contrato foi assinado, contrato esse que, segundo o clube, não menciona os 10% das referidas mais-valias.

Bruno Fernandes rumou ao Manchester United no passado mês de janeiro, por 55 milhões de euros, mais 46,5 milhôes (a mais-valia) que os 8,5 que o Sporting pagou em 2017 para assegurar o craque português.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Veja também

 
 

Comentários

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.