O Sporting está a negociar com o Novo Banco e com o BCP a compra das unidades de participação do Sporting Portugal Fund, detida pelo Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário, com o objetivo de recuperar o domínio sobre as percentagens de jogadores detidos por estas duas entidades financeiras.

Segundo escreve o diário O JOGO na sua edição de segunda-feira, os “leões” estão interessados em fazer um investimento entre os seis e os nove milhões de euros para reaver percentagens de passes de vários jogadores como são os casos de William Carvalho (40%), André Martins (40%), André Carrillo (20%) ou Diego Capel (20%), entre outros. Em agosto de 2011, Banco Espírito Santo e Millenium BCP investiram 15 milhões de euros e, caso este negócio se concretize realmente, os “verdes e brancos” terão de dar uma parte do valor para abater na dívida existente com Novo Banco e BCP.

A compra das unidades de participação do Sporting Portugal Fund permite aos dirigentes da formação de Alvalade determinar o futuro das mesmas e, deste modo, dos jogadores, uma vez que este apenas expira em 2016. Não obstante, e caso surjam propostas de outros interessados na aquisição dos direitos económicos dos atletas, o Sporting tem sempre o direito de igualar essas ofertas.

As instituições bancárias têm interesse em vender a sua participação e, caso o clube consiga concluir o negócio, os “leões” ainda terão direito a receber dois milhões de euros provenientes de mais-valias geradas com a venda de outros jogadores que já pertenceram ao fundo em questão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.