A propósito do incidente à saída para o intervalo do encontro entre o Braga e o Benfica, o jogador encarnado não podia ser mais claro:

“Eu estava a separar os meus companheiros e veio um segurança por trás e fez-me uma gravata. Eu tentava libertar-me mas ele sufocava-me cada vez mais. Até que me largou, empurrou-me e agrediu-me.”

Fora esse episódio menos feliz, Ramires assume que está a passar o melhor momento da sua carreira, não só a nível pessoal como profissional.

“Está a ser tudo bom. Aliás, estou a passar pelo melhor momento da minha vida do ponto de vista profissional e pessoal. Vou ser pai dentro em breve e a equipa está muito bem. Não podia pedir mais.”

O médio brasileiro está actualmente a recuperar de uma lesão, mas espera estar de volta o mais rápido possível, sendo que o regresso pode muito bem acontecer frente ao rival Sporting.

Quanto ao momento turbulento que os leões atravessam, Ramires afirma que não é tema de conversa do balneário da Luz e até frisa que o facto de o Sporting estar menos bem pode complicar a vida aos “encarnados”.

“A crise no Sporting não nos facilita a vida. Pelo contrário. O jogo vai ser muito mais difícil, pois eles vão querer mostrar que estão bem. Quanto a nós, todos os dias vamos ter de matar um leão até final da época.”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.