O Benfica não conseguiu vencer o primeiro jogo de pré-época frente ao Vitória de Setúbal a contar para a Algarve Cup, e nem a decisão nas grandes penalidades (3-3) após um nulo no tempo regulamentar determinou um vencedor.

Com André Carrillo no primeiro onze titular da pré-temporada, o Benfica apresentou-se frente à equipa de José Couceiro com Paulo Lopes na baliza e um quarteto defensivo constituído por Grimaldo, Luisão, Jardel e Nélson Semedo. No meio campo, o técnico encarnado lançou Fejsa, João Teixeira, Carrillo e Pizzi no apoio aos avançados Gonçalo Guedes e Jovic.

Apesar da vontade em mostrar serviço de André Carrillo, os sadinos conseguiram anular as tentativas dos jogadores do Benfica na procura da profundidade ofensiva e ao intervalo o nulo manteve-se, com a grande ocasião de golo a pertencer ao Vitória de Setúbal num grande remate de Nuno Santos que Paulo Lopes defendeu.

No segundo tempo, Rui Vitória lançou em campo muitos dos reforços e o ritmo de jogo aumentou exponencialmente, nomeadamente por causa de André Horta, Franco Cervi e Benítez, mas também devido aos veteranos André Almeida e Eduardo Salvio, que lideraram o ataque à baliza de Bruno Varela.

Apesar das inúmeras ocasiões de golo no segundo tempo, o Vitória de Setúbal conseguiu levar o jogo para a decisão de grandes penalidades onde foram os guarda-redes a brilhar e a garantir um empate a 3-3.

No entanto, a velocidade de Franco 'Chuky' Cervi, e a irreverência de André Horta no meio campo do Benfica deram boas perspectivas aos adeptos para a próxima época.

Confirme todos os lances de jogo

Grandes penalidades:

Hassan X

Lisandro López X

Meyong 0

Salvio 0

Vasco Costa X

André Almeida 0

Ruca 0

Chuky 0

Arnold 0

Kalaica X

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.