O Beira-Mar, em comunicado, anunciou a saída de Ulisses Morais do comando técnico do clube, assim como dos seus adjuntos Rui Rodrigues e Neca Comes.

«A Sport Clube Beira-Mar – Futebol, SAD informa que Ulisses Morais deixou a partir desta data de ser o treinador da sua equipa de futebol profissional», pode ler-se.

Apesar da saída, o treinador agradece o tempo que viveu no clube: «Depois de um ano no Beira-Mar, e fazendo uma retrospectiva, tenho de agradecer. Agradecer a quem confiou em mim, a todos sem excepção, dos jogadores à estrutura. Estou grato pela forma como me trataram e como me respeitaram».

O Beira-Mar ocupa o penúltimo lugar do campeonato com 15 pontos em 19 jogos, podendo vir ainda a ser ultrapassado pelo Moreirense nesta jornada.

O clube aveirense não vence há 10 jogos oficiais. O último triunfo aconteceu frente ao Rio Ave no dia 15 de dezembro. 

Leia o comunicado:

«A Sport Clube Beira-Mar – Futebol, SAD informa que Ulisses Morais deixou a partir desta data de ser o treinador da sua equipa de futebol profissional. Esta sociedade agradece os serviços prestados pelo técnico, cujo trabalho sério e competente desenvolvido durante o último ano se reflectiu tanto na concretização de objectivos desportivos como na promoção e na afirmação dos seus futebolistas. A SAD do Beira-Mar deseja por isso a Ulisses Morais as maiores felicidades pessoais e profissionais, destacando a correcção que marcou igualmente a sua passagem por Aveiro, tal como aconteceu com os seus colaboradores que também agora cessam funções, Rui Rodrigues e Neca Gomes.

Na hora da saída, Ulisses Morais deixa palavras de gratidão. “Depois de um ano no Beira-Mar, e fazendo uma retrospectiva, tenho de agradecer. Agradecer a quem confiou em mim, a todos sem excepção, dos jogadores à estrutura. Estou grato pela forma como me trataram e como me respeitaram”, afirmou, lamentando que nos últimos tempos a fortuna não tenha acompanhado os aurinegros: “Reconheço que, apesar da dedicação, do profissionalismo e da capacidade, faltou a felicidade que é importante no jogo. É unânime que merecíamos mais, mas a felicidade não nos acompanhou. Fiquei com o Beira-Mar no coração e a partir de agora serei mais um a torcer pelo sucesso do clube».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.