O FC Porto fechou o ano de 2010 com mais uma vitória, desta feita, frente ao Paços de Ferreira por 0-3.

No final do jogo, André Villas-Boas sublinha que este foi um triunfo difícil e suado: “Tivemos uma segunda parte menos conseguida, depois de uma primeira parte óptima em que podíamos ter marcado mais golos. Não é o primeiro jogo em que as coisas ficam um pouco intranquilas quando estamos a vencer por 1-0. Contudo, o Paços de Ferreira fez uma grande parte e o resultado podia ter sido outro”.

O FC Porto baixou o rendimento na segunda parte e André Villas-Boas aceitou a opinião dos jornalistas mas disse que nada se deveu ao cansaço dos jogadores.

“Há que dar mérito aos jogadores do Paços de Ferreira, na forma como cresceram e procuraram o golo do empate. O Paços correu todos os riscos e teve uma ascensão ideal”, analisou.

André Villas-Boas espera que o ano 2011 seja um prolongamento do que aconteceu em 2010.

“É preciso continuar a ganhar. Temos já em Janeiro a Taça da Liga e trata-se de uma prova que queremos ganhar e para isso teremos de aborda-la de forma séria. Na I Liga temos de controlar a vantagem”, afirmou.

O FC Porto é líder do campeonato com 38 pontos, mais oito do que o segundo classificado, o Benfica.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.