São dois candidatos distintos. Um parte para a reeleição, outro é a novidade no baralho 'leonino' e quer dar cartas. Bruno de Carvalho e Pedro Madeira Rodrigues participam esta quinta feira no único debate para debater os programas de ambas as listas.

Segundo o Record, esta tem sido uma campanha marcada por sucessivos ataques pessoais, de parte a parte, Pedro Madeira Rodrigues e Bruno de Carvalho apresentam projetos diferentes para a visão que querem ter do Sporting nos próximos três anos.

O atual líder leonino aposta na nomeação da administração de um adjunto para a equipa técnica e uma política desportiva que assenta na aposta na formação. Bruno de Carvalho defende também os empréstimos a clubes da 1ª e 2ª liga com vista à valorização de jogadores e o estabelecimento de uma parceria estratégica duradoura com um clube na zona norte do país.

O dirigente leonino quer ainda manter a equipa B no triénio assumido (até 2017/2018), com o objetivo de depois avaliar se a melhor prática passa por apostar na equipa secundária ou em clubes satélite. Desenvolver o Gabinete de Alto Rendimento e Treino específico é outra das propostas defendidas pelo líder dos destinos dos 'verdes e brancos'.

Já o estreante nas andanças da corrida para a presidência, Pedro Madeira Rodrigues, quer implementar uma nova estrutura para o futebol e impor um limite máximo de 23 jogadores do plantel da equipa principal. O candidato da lista A pretende ser rigoroso nas contratações, normalizando as relações com os agentes desportivos, e apostar em contratos com forte componente de objetivos, fomentando a cultura de vitória e de exigência.

O gestor, de 45 anos, tem a proposta de conseguir condições mais equilibradas de fiscalidade para atrair jogadores e promover melhorias ao nível do jogo: últimos 10 minutos com o relógio a parar.

Para além das propostas de ambos os candidatos, há mais pontos de discórdia que podem vir à baila neste debate. O alegado excesso de oratória sobre o Benfica ou o estilo belicoso de Bruno de Carvalho, a recompra da Academia, as obras em Alvalade e o suposto amadorismo de Madeira Rodrigues são temas que podem ser puxados pelos dois candidatos.

Recorde-se de que, na passada quarta-feira, Pedro Madeira Rodrigues apresentou o seu coordenador desportivo, Laszlo Böloni, o último treinador a ser campeão pelo Sporting, que assumirá o papel de técnico interino para garantir a passagem de testemunho da equipa cessante para a nova equipa que irá dirigir o destino dos 'leões', caso o dirigente vença o ato eleitoral. Delfim será o Team Manager e Ricardo Pina Cabral o gestor de ativos.

O debate que coloca frente a a frente os dois candidatos ocorre esta quinta-feira, às 21 horas, no Hall VIP do Estádio José Alvalade, com transmissão televisiva na Sporting TV.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.