Depois de três derrotas consecutivas na I Liga, o Marítimo, com Van der Gaag pela primeira vez no banco, conseguiu voltar às vitórias perante uma frágil Académica.

Os insulares entraram na partida praticamente a vencer. Aos 13 minutos, o guarda-redes Marcelo lançou a bola em direcção à area da Académica, a defesa dos estudantes não conseguiu aliviar da melhor forma e a bola sobrou para Marcinho que, de pronto, rematou rasteiro e inaugurou o marcador.

Ainda na primeira parte, o Marítimo aumentou para 2-0 por intermédio de Baba. O ponta-de-lança cabeceou à vontade na grande área, não dando qualquer hipótese ao guarda-redes Ricardo.

Os jogadores da Académica foram para o intervalo a perder por 2-0 e debaixo de um forte coro de assobios.

O intervalo parece ter feito bem à "briosa" que marcou logo no início da segunda parte. Após grande confusão na área maritimista, a bola chegou até Miguel Fidalgo que só teve de encostar para o fundo das redes.

No entanto, a reacção da Académica foi sol de pouca dura. O avançado Baba voltou a fazer das suas e bisou no encontro à passagem do minuto 68. O Marítimo voltou a ter uma vantagem de dois golos.

Os últimos dez minutos do jogo foram sinónimo de mais golos, precisamente um para cada lado. Bruno rematou forte à entrada da área e fez o 4-1, dando forma à goleada.

No entanto, no minuto seguinte, Sougou recebeu um cruzamento da esquerda e marcou o segundo dos estudantes.

A Académica voltou a perder e é cada vez mais última na I Liga. A equipa de Coimbra soma apenas três pontos em sete jogos. A contestação em volta do técnico Rogério Gonçalves subiu de tom. Foram muitos os lenços brancos e os assobios com que os adeptos brindaram o treinador.

Com esta vitória o Marítimo ascende provisoriamente ao sexto lugar com oito pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.